Especialidades

Varizes do esôfago

Varizes do esôfago são veias anormalmente dilatadas, geralmente localizadas no terço distal (inferior) do esôfago, e ocorrem em consequência de um aumento da pressão do sangue, causada pela cirrose do fígado. As varizes esofágicas são uma causa frequente de hemorragia do tubo digestivo.

Epidemiologia

  • Embora as varizes se formem em qualquer lugar ao longo do trato gastrointestinal, a maioria aparece frequentemente nos últimos centímetros distais do esôfago. Aproximadamente 50% dos pacientes com cirrose apresentam varizes gastroesofágicas.

Sinais e sintomas

  • Sintomas sugestivos de sangramento, fezes enegrecidas e fétidas, palidez e mal-estar frequentes, e vômitos com sangue.

Diagnóstico

  • A endoscopia digestiva alta é o padrão ouro para o diagnóstico da doença. Este exame permite avaliar o calibre dos vasos e a presença de sinais da cor vermelha, que predizem maior risco de sangramento.

Tratamento clínico

  • Alguns medicamentos reduzem a frequência cardíaca e consequentemente a pressão no sistema porta, diminuindo a pressão sanguínea no interior das varizes e o risco de sangramento. O uso de tais medicamentos é apenas preventivo.

Tratamento cirúrgico

  • O tratamento cirúrgico tem como objetivo reduzir a hipertensão portal, desviando sangue da veia porta para outra veia onde o sangue pode fluir com menor resistência. Os riscos de complicações são significativos, especialmente no portador de cirrose avançada. Mesmo assim, permanece como opção quando há sangramento não controlado por medidas farmacológicas ou endoscópicas.
« voltar
mar 25, 2014 | Publicado por in Especialidades | Comentários desativados