Especialidades

Diarréia

A diarréia consiste no aumento do número de evacuações e/ou a presença de fezes amolecidas, com consistência pastosa ou até mesmo líquidas nas evacuações. A diarreia é classificada em aguda quando dura até 14 dias; persistente quando superior a 14 dias; ou crônica, quando ultrapassa 3 semanas.

Epidemiologia

  • A diarreia é responsável pelo elevado índice de óbitos em menores de 5 anos. Prevalece nas áreas carentes de saneamento e onde há maior concentração de pessoas com baixa condição socioeconômica.

Sinais e sintomas

  • Uma diarreia pode conduzir à ocorrência de desidratação, que consiste na perda acentuada de água e sais minerais do corpo. Os sintomas são olhos encovados, pele seca e boca seca. Em crianças é importante observar: fralda seca por mais de três horas, criança sem urinar por mais de seis horas, fraqueza e choro fraco, e irritabilidade e indisposição para brincar.

Diagnóstico

  • Em diarreias crônicas pode ser necessária uma investigação detalhada, além de serem fundamentais alguns exames, tais como: hemograma, exame de fezes, cultura de fezes, endoscopias digestivas, biópsias intestinais, entre outros.

Tratamento clínico

  • A maior parte das diarreias agudas tem resolução espontânea em poucos dias, bastando que o indivíduo mantenha-se hidratado. Pessoas com diarreia sanguinolenta, febre alta ou comprometimento importante do estado geral devem procurar o médico, sob risco de agravar o quadro e complicar a saúde. Idosos e crianças também devem receber tratamento médico para evitar complicações.

Tratamento cirúrgico

  • Não há necessidade de tratamento cirúrgico.
« voltar
mar 25, 2014 | Publicado por in Especialidades | Comentários desativados